segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Caminho direto pra atingir o Estado de Buda

Superar grandes obstáculos é a chave para transformar o carma O ferro, quando aquecido e forjado, torna-se uma excelente espada. As pessoas de valor e os sábios e os honoráveis são testados com ofensas. Meu presente exílio não é resultado de nenhum crime secular, mas serve apenas para que eu possa expiar, na presente existência, as graves ofensas que criei no passado e me libertar dos três maus caminhos na próxima (END, v. 5, p. 21). Nesse trecho, Nitiren Daishonin ressalta o ponto-chave da prática budista em termos da transformação do nosso carma. Desenvolver a força interior é o benefício supremo da prática do Budismo de Nitiren Daishonin. Uma vida solidamente forjada assegura nossa felicidade eterna. O Buda Nitiren declara que a provação pela qual passava “não é resultado de nenhum crime secular” (END, v. 5, p. 21). Ele chega a dizer, inclusive, que foi exilado só para que pudesse transformar o carma na presente existência. Praticamos o Budismo para fortalecer e transformar nossa vida. Conforme destaca o escritor russo Mikhail Sholokhov (1905–1984), cada um de nós é “o ferreiro da própria felicidade”. Meus discípulos, sejam fortes como o aço, fortes como espadas temperadas com primor! Ponham-se de pé como verdadeiros sábios e honoráveis! Nitiren Daishonin encoraja de modo vigoroso os discípulos combatentes, como se os sacudisse pelos ombros. “É preciso que transformem o carma!”, “O poder necessário para isso está dentro de vocês!”, “Não fujam das dificuldades! A verdadeira vitória implica triunfar sobre as próprias fraquezas!”, “Os grandes sofrimentos forjam uma magnífica personalidade! Sejam vencedores, persistam por toda a vida!” Matéria retirada do link Estado de Buda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário