sábado, 16 de março de 2013

10 Exércitos de Maldades

Mais um texto do Sr Sago, dessa vez sobre as Maldades. Dizem que ao observar os amigos, seria possível se entender uma pessoa. Se olhar os que o seguem, também se poderia avaliar as capacidades de liderança de uma pessoa. Se observar os subordinados poderia se saber o tamanho e capacidades de um líder. Então como seriam as forças do Demônio do 6º céu? No “Ben dono ama gozen gosho” consta: “O demônio do 6º céu convoca os 10 exércitos e ataca o devoto do sutra de lótus”. 10 exércitos são 10 batalhões que seguem as ordens do líder dos demônios. O demônio do 6º céu desafia o devoto do sutra de lótus, ordenando os 10 exércitos, para atacar também seus discípulos. Vamos olhar de perto cada um desses, todos são os soldados fortes que desejam corresponder à espectativa do seu líder. O nome do 1º exército é desejo. Por exemplo, tanto a doação da lei ou de objetos e valores, não consegue colocar em prática, sendo derrubado por desejos, seria um aspecto de que perdeu com este exército do mal. 2º exército é melancolia. Quando se fica afundando na tristeza e o coração cheio de melancolia, este exército será premiado por rei. 3º exército é fome e sede. Fome e sede físico e espirítual. 4º exército é apego aos amores. Vem atacar nos 5 desejos e tentar desviar o coração de continuar nos caminhos dos exercícios budistas. 5º exército é sono. Quando o sono vem na hora de recitar daimoku, deve descobrir que é do ataque deste exército. 6º exército é medo. Medo de críticas e perseguições. 7º exército, arrependimento. É o arrependimento de ter praticado este budismo. 8º exército é ira. Ira de diversas causas 9º exército é procura de fama e fortuna. 10 º exército é arrogância e menosprezar outros. Assim, podemos tomar conhecimento da força do rei dos demônios. Não devemos nos descuidar. Mas, também não precisamos ter medo. Se tiver forte "shinjin" ao gohonzon, podemos derrubar todos. E através destas lutas, polimos nossa fé e aumentamos ainda mais a boa sorte no coração. Eiichi Sago

Nenhum comentário:

Postar um comentário