terça-feira, 4 de agosto de 2009

Como fazer o Daimoku.

seiza[1]

A oração budista é o MANTRA, no caso do budismo de Nitiren Daishonin é o mantra Nam-Myoho-Rengue-Kyo.

Existem vários tipos de meditação, a silenciosa e a chantting, que é a repetição de mantra.

Por isso quando recitando o mantra, você pode dizer que está orando, meditando ou fazendo Daimoku.

Existem 2 tipos de benefícios que se manifestam com a Prática Budista:

Visíveis - que muitas vezes parecem milagres, mas não são! É apenas a reação do seu Meio Ambiente a sua Mudança de Vibração.

Ex: Uma oferta de emprego, uma quantia em dinheiro que vc precisava desesperadamente, uma oportunidade de estudos, um convite para um show, um presente inesperado, etc.

Invisíveis - são as mudanças internas que ocorrem no indivíduo devido a Prática Budista. É a sua Revolução Humana!

Ex: Após algum tempo de Prática, você percebe que os problemas já não te stressam ou te trás insegurança como antes; a rotina de trabalho que antes te entediava se transforma numa oportunidade de criação valor,etc. A sua mudança interna lhe proporciona POSITIVISMO, LIBERDADE, AUTO-ESTIMA, CORAGEM e acima de tudo SABEDORIA!

A sua energia muda completamente e a sua vibração positiva e construtiva é percebida pelas pessoas ao seu redor!

Local: Sente-se em frente ao seu Gohonzon (pergaminho budista e objeto de devoção) ou em frente a uma parede caso você não tenha o Gohonzon ainda.

É importante ter o Gohonzon pois este estimula a budicidade inerente dentro de nós, é um aspecto místico do budismo, onde o nosso SER entende a mandala (Gohonzon) e manifesta o estado de buda que existe dentro de cada um de nós.

Postura: Sente-se ereto, em uma cadeira ou no chão. O importante é manter uma boa postura para que a energia possa circular. Como trabalhamos com energia, um bom Daimoku esquenta muito o nosso corpo (calor)!

Cuidado com a postura de “pedinte” lembre-se de que nós somos criadores, criamos a nossa própria realidade.

Tenha uma postura guerreira de alguém que está aqui para fazer a diferença na sociedade.

Em muitos textos você verá a palavra - pedidos ou pedir, porém para nós budistas isso significa determinar os objetivos. Nós somos criadores, por isso realizamos os nossos desejos, não temos um deus personificado a quem recorrer.

Somos responsáveis e criamos o nosso próprio destino!

Faça o daimoku com os olhos abertos, olhando para o “coração” do Gohonzon (onde se localiza o Myoho) ou escreva em um cartão o seu desejo e faça o daimoku olhando para ele.

Ex: Um emprego, ter mais energia/disposição, ter mais paciência, uma casa nova, um amor, a solução de um determinado problema, cura de uma doença, melhorar nos estudos, ler mais, fazer um curso de.., etc.

Caso não tenha um objetivo claro, seguem algumas sugestões:

- Eu sou capaz de manifestar o meu Maximo potencial em tudo que faço e nas minhas relações com as outras pessoas.

- Todos estão em paz e felizes na minha família!

- Quero fazer a diferença na vida de alguém hoje!

Lembrando que a realização das nossas metas dependem da elevação do nosso estado de vida, da nossa vibração, e sendo assim da nossa sintonia com o Universo.

A recitação do Mantra faz emergir de dentro de nós a sabedoria para esta reforma interna e principalmente nos faz visualizar os caminhos para a realização das nossas metas. Mas, como disse antes, NÃO existem milagres, e sim muita coragem, sabedoria, determinação e ESFORÇO.

Recite o mantra em voz alta e sinta a vibração das vogais no seu corpo.

Cuidado para não recitar muito alto e incomodar as outras pessoas da casa.

Mãos: devem ficar juntas na altura do pescoço e se preferir, você pode segurar o juzu (“terço” budista) ou não.

Como fazer os pedidos:

1-Precisamos agradecer as coisas pelas quais devemos ter gratidão.

2- Agradecer por aquilo que não nos evoca gratidão de forma nenhuma.

3-Agradecer o futuro.

Orando neste modo nos sentiremos absolutamente fortes, de outro modo, pode acontecer que mesmo recitando uma hora de daimoku, com força, nos sentiremos cansados e acabados no final.

Existem pessoas que de repente, no meio da recitação, sentem vontade de limpar o oratório, ou pior, que se levantam rápido como se tivessem lembrado de alguma coisa importante – começando a arrumar certas coisas, enquanto a boca recita daimoku, e depois voltam a sentar na frente do oratório, como se nada tivesse acontecido.

Isso ocorre por que usam o hemisfério esquerdo do cérebro para recitar.

É indispensável usar o hemisfério direito do cérebro pra recitar o mantra.

Usando o hemisfério direito será fácil recitar muito daimoku.

Vejamos mais sobre isso a frente, no decorrer do texto.

O primeiro grau da gratidão inclui a oração, por isso temos que agradecer.

Não è bom orar deste jeito: “ Por favor Gohonzon, me ajude”. Isso è lamentação do hemisfério esquerdo do cérebro e faz parte do inconsciente coletivo. Em quase todas as religiões se ora assim. Temos que parar de fazer deste jeito, ao contrario, lembrar tudo o que temos a agradecer, tipo esta coisa linda me aconteceu, esta pessoa me apoiou, coisa por coisa, uma depois da outra, não importa quanto pequenas possam parecer, tornaram todas as lembranças positivas e agradeceremos por isso.

Podemos repetir varias vezes o mesmo tipo de agradecimento, nos sentiremos imediatamente melhores, por que estimulamos o hemisfério direito.

O segundo grau da oração da gratidão è aquilo que não nos causa gratidão.

Por exemplo se tiverem uma doença orem com profunda gratidão a esta doença: “ Sou profundamente agradecido pois desta maneira poderei mudar meu Karma definitivamente”. Recitar com esta compreensão ate para os problemas do seu casamento, relacionamento com filhos, com problemas de relacionamento ou desemprego. Por todas as dores e sofrimentos agradecer deste modo. não devemos orar “ Por favor Gohonzon que eu possa curar minha doença, me ajude a ver isso ou aquilo.” Este tipo de oração que suplicamos a graça não ajuda pois nasce da lamentação. A oração durante a recitação do Daimoku, deve nascer da gratidão. Assim se obterá a resposta.

Se tiverem uma vizinha antipática, recitem; “ Obrigada vizinha de coração”, este comportamento faz ultrapassar os limites do inconsciente coletivo que vem sendo passado de geração a geração, dizendo budisticamente, o seu próprio karma da suas gerações.

O psiquiatra suíço Jung também confirmou que este comportamento è determinante.

Na terceira fase devemos agradecer nosso futuro.

Precisamos imaginar o próprio futuro como desejamos .

Não importa se o seu medico disse que a sua doença não tem cura.

Você vai decidir que vai ser curado e seu médico terá sabedoria para ajudá-lo.

Façam um passo a frente e recitem “ a minha doença já foi curada”. Jung disse que ter um fato como já ocorrido è o mais eficaz.

Agradeça o que você “pediu” ao Gohonzon e veja a situação já realizada – Vivencie o seu desejo!

Podemos também fazer o Mantra para outras pessoas, para elas a gente determina Sabedoria, Saúde, Felicidade e Boa Sorte. NUNCA deseje nada além disso!

Imagine as metas sendo realizadas, a sua Alegria e Emoção com a concretização dos seus projetos. Assim você ativará o hemisfério DIREITO do Cérebro que é imprescindível para nos harmonizar com o Universo. Sempre manifeste gratidão e alegria durante a recitação do Daimoku.

Normalmente após 5 dias de recitação (5 min pela manhã e noite) você terá alguns benefícios invisíveis e/ou visíveis e a prova real do Sutra de Lótus na sua vida!

Os benefícios se manifestam de 4 formas na nossa vida:

1. No primeiro caso, referem-se a momentos onde enfrentamos uma dificuldade muito séria e a nossa oração é atendida imediatamente. Encontramos uma solução para o problema!
2. No segundo caso, as nossas orações fortes e específicas não conduzem necessariamente a um benefício imediato ao em vez disso, vão se acumulando e aparecendo gradualmente na nossa vida!
3. Quanto ao terceiro caso, devido a boa sorte acumulada através da prática constante, a nossa vida é purificada naturalmente, abrindo caminho para a realização de todos os nossos desejos.
4. Por fim, os benefícios latentes acumulados através da firme prática aparecem justamente num momento crucial da nossa vida a fim de nos proteger de algo/alguém!
O importante é continuar recitando com fé que as coisas vão acontecendo no seu devido tempo. Podemos deixar que o Universo se encarregue do "como" e "quando!!!

Tenha uma prática como água corrente, faça o mantra (medite) todos os dias pela manhã e noite.

Comece com 5 min pela manhã e noite e depois vá aumentando até chegar a 30min pela manhã e noite.

Farei que meu Daimoku inunde o universo inteiro, assim como também os trilhões de células do meu corpo.”

Milhões de Daimoku são recitados a todo o momento pelos membros da SGI do mundo. Garantirei que a qualidade do meu conste entre os 50 melhores. Aplico resoluta determinação e toda minha energia positiva, e direciono meu Daimoku para trabalhar diligentemente pelos meus objetivos, sem um momento de descanso.

Não há dúvida de que meu Daimoku pode alcançar ou viajar a qualquer lugar. Portanto, como pode não acertar o alvo que determinei?

Tento recitar Daimoku com uma forte determinação (itinen), como uma afiada e poderosa espada, com a força do rugido de um leão, confiando em fazer estremecer, movimentar e tocar o universo.

Sem ter encontrado um problema verdadeiro e devastador, nunca é fácil para mim recitar Daimoku com o sentimento de extrema urgência de uma situação de vida ou morte. Percebo de que só mediante tal sentimento de extrema urgência posso experimentar o tipo de Daimoku profundo que move o céu e a terra. Mas, nem por toda a minha vida, quero trocar meu bem-estar e saúde por esta experiência, ainda que realmente necessito saber como é orar dessa maneira.

Faz quatro anos, fiquei sabendo por um jornal da televisão que quatro estudantes universitários tinham ficado soterrados numa avalanche. Três deles foram resgatados três horas mais tarde, mas um morreu. Mantendo a tragédia na minha mente, durante minha oração, comecei a visualizar o acidente. Imaginava-me aprisionada dentro da espessa neve. Não estava certa se alguém sabia onde eu estava quando ocorreu a avalanche. Tinha pouco ar e podia congelar-me até morrer em pouco tempo. O que podia fazer para sair dalí antes de que fosse tarde de mais? Era agora ou nunca.

Pensando assim, finalmente pude recitar um Daimoku capaz de derreter a neve em segundos.

Se você pensar que pode ou que não pode de qualquer modo você estará certo.

Muitas pessoas não se permitem “pedir” o que realmente desejam porque não vislumbram como isso pode se concretizar.

Não tentem entender como isso é feito, apenas acredite que efetivamente será feito.

Se você fizer uma pesquisa verá que todos os que já conquistaram algo na vida não sabiam como o fariam, mas tinham a certeza interior de que iriam fazê-lo.

Você não precisa saber como as coisas virão, você atrairá o caminho.

O “como fazer”é domínio do universo, que conhecer o caminho mais curto, mais rápido e mais harmonioso entre você e o seu sonho.

Se você enviar o seu sonho ao universo, vai se surpreender e deslumbrar-se com os resultados.

É quando a magia e a boa sorte acontecem.

Todas as forças do universo respondem aos seus pedidos.

O universo se reorganiza para fazer com que as coisas aconteçam para você.

Lembrem-se: A prosperidade é um direito de todos e o caminho para a paz mundial!

Tudo na vida têm o seu preço!

Para continuar obtendo os Benefícios do Sutra de Lótus, você precisa fazer a sua Revolução Humana (o ambiente em que você vive é espelho do seu interior).

Por isso, Determine durante a recitação do mantra que terá mais Benevolência, Compaixão, Paciência e irá empreender um esforço genuíno para se melhorar como Ser Humano.

Seja o responsável pelo seu futuro, seja o dono do seu DESTINO!

Textos:

A freqüência do universo - Sr. Akio Nakano, vice responsável da divisão educadores da prefeitura de Chiba.

Recite um Daimoku que estremeça o universo - Jeanny Chen, Saratoga, California.

48 comentários:

  1. Simplesmente claro, simples, maravilhoso este
    texto, parabéns!
    Fatima Rizzotto
    Ferentino - Italia

    ResponderExcluir
  2. Muito esclarecedor seu blog. Amei! Parabéns...
    Elizabeth HRP
    São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  3. Eu estava procurando um site que explicasse de forma detalhada como fazer Daimoku para uma colega de trabalho, minha provável chakubuku (venho tentando há dois anos e ela me pediu na data de hoje para ensinar a recitação) :) !
    Comecei a ler o artigo do site e meu coração se encheu de alegria e esperança. Eu acabei aprendendo mais de como buscar a mais desejada felicidade. Que ela se encotnra dentro de mim! Estou muito feliz!!!
    Abraços.
    Claudia (41) 9123-7724
    Curitiba - Paraná

    ResponderExcluir
  4. arnaldo 22 2643 515524 de junho de 2010 10:57

    muito bonito mesmo, estou vivendo um momento muito dificil em minha vida e o texto realmente me tocou. Sou budista batizado nas não sou mais praticante mas vou voltar a praticar e colher os bons frutos que minha vida vai dar boa sorte a todos.Quem quiser conversar sobre o assunto me add skaarny@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. ja participei de algumas palestra,gostei muito mas nao concigo ir sempre.minha vida anda meio complicada mas gosto muito de orar daimoku...preciso me encontrar

    ResponderExcluir
  6. Estou tentando voltar à prática porque sei que é o caminho da nossa felicidade! Obrigada pelo texto maravilhoso que só encheu meu coração de esperança e vontade de praticar cada vez mais!!! Obrigada!! Voce teve a maestria de um verdadeiro Buda!!! Perfeito e esclarecedor como o sol!!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog tão elucidativo. Tive ontem minha primeira reunião e fiquei muito impressionada. Estou praticando o Daimoku desde ontem e tentando aprender tudo o que posso sobre esta filosofia religiosa tão linda e verdadeira.
    bjos

    ResponderExcluir
  8. estou muito coriosa em conhecer e modificar o meu destino por favor entre em contato comigo jussaalves2009@hotmail.com um abraço, obrigada .

    ResponderExcluir
  9. bom obtive algumas informações sobre o Daimoku, e fiquei muito interessada. de uma forma estranha senti que essa pratica me levará a verdadeira ressurreição. Gostaria muito de aprender o Daimoku. Se poderem me ensinar serei muito grata. mantenham contato comigo tatadd@hotmail.com
    obrigada

    ResponderExcluir
  10. Olá, sou resultado de um daimoku, mas gostaria de entender como funciona...

    Minha ex-mulher fez daimoku para conseguir casar, me achou, agora depois de 8 anos casado e uma filha, ta fazendo daimoku para separar e dizendo que nunca me amou...

    poderia me explicar como funciona isso?

    Uso o budismo como filosofia de vida, mas me considero um leigo no assunto.

    ResponderExcluir
  11. o mantrar é apenas a repetição das palavras Nam-Myoho-Rengue-Kyo. quantas vezes?

    ResponderExcluir
  12. NOSSA TA DE PARABENS O TEXTO E MARAVILHOSO EXPLICA TUDO COM CLAREZA TINHA ALGUMAS COISAS QUE NAO SABIA QUE TINHA QUE FAZER NO BUDISMO PARABENS MESMO

    ResponderExcluir
  13. Vou começar hj,estou com toda a vida virada de pernas para o ar.

    ResponderExcluir
  14. Como eu faco para obter o pergaminho???? e como me cadastro no blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você quiser eu tenho, digitalizo e mando por email, pode ser?

      Excluir
    2. Elviz manda para mim também, por favor?
      lucamargo853@gmail.com
      Obrigada!

      Excluir
  15. Parabéns!!!! Maravilhoso, emocionante, inspirador!!! Nam Myoho Rengue Kyo, Nam Myoho Rengue Kyo, Nam Myoho Rengue Kyo.

    ResponderExcluir
  16. eu percebi a força dos mantras budistas quando estive com minhas tias buditas em uma reunião...eu não sabia pronunciar uma palavra, mais a força da vibração do local me contagio de uma maneira que eu ficquei uma semana leve, flutuando...daí em diante vi a força e a destreza do budismo...pratiquei algumas vezes o mantra e sempre me senti bem....parei depois por preguiça e falta de disciplina e agora por esses dias recebi uma mensagem em que a meu encontro de equilibrio que busco estaria na recitação do Daimoku...e assim estou há alguns dias...me sinto muito bem e estou fazendo uma vez por dia....lendo os textos já sinto-me leve....é muito boa a energia que tudo isso, essa força toda transmite....Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  17. Estou fazendo o Dainoku manhã e noite há 2 meses, no inicio as coisas foram acontecendo, agora elas estão estacionadas precisando de soluções urgentes, continuo recitando o mantra com fé e determinação, mas estou ansiosa e as vezes tranquila, já mudei muito minha postura, ainda não participei de reuniões, na minha cidade não tem, estou aguardando a visita de alguém e desejo um oratório na minha casa, meu coração pede por isso, oro por isso, meu endereço de email é zilma.ipiau@hotmail.com, envie-me as respostas que preciso saber, gostei muito do seu blog, acesso ele quase todos os dias para minha orientação, aguardo contato breve e boa sorte.

    ResponderExcluir
  18. Adorei as informações no seu blog.
    Foram muito importantes para eu poder começar a fazer o Daimoku.
    Muito Obrigada
    Cristina
    Campinas-SP

    ResponderExcluir
  19. SE AS PESSOAS SOUBESSEM A FORÇA DESTE MANTRA ,O MUNDO SERIA BUDISTA OU PELO MENOS METADE DELE.FIZ PRIMEIRO PARA AJUDAR UM AMIGO QUE ME PEDIU ,ELE É BUDISTA,AGORA FAÇO POR MIM E POR ELE .E AS COISAS ESTÃO ACONTECENDO DE FORMA MÁGICA .E O QUE PARECE MAIS SEI QUE SOU EU ,POIS AGORA ME DEDICO MAIS

    ResponderExcluir
  20. Maravilhoso,estou praticando e vendo os resultado visíveis e invíveis e os problemas claro existem , mas tenho mais força para poder combate-los.

    ResponderExcluir
  21. Estou realmente impressionada com todas essas palavras! Parece que vejo a teoria do que de alguma forma já vivencio, e sem dúvida isso fez eu acreditar que estou indo pelo caminho certo, mas com essas orientações poderei fazer muito melhor o que já faço naturalmente. Obrigada! Aline

    ResponderExcluir
  22. OLA MEU NOME É DANIEL GUEDES FREIRE
    EU PEÇO ORAÇÃO BUDISTAS PARA DEUS ME ABENÇOAR PROFISSIONAMENTE E FINANCEIRAMENTE
    MEU MSN É DANIEL_RAPAZLEGAL@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  23. olha eu pratico budismo a tres anos e sou muito grata aos benenficios conquistado por isso ajude sempre as pessoas em seu blog.mostrando sempre a força do daimoku em nossa vida.

    ResponderExcluir
  24. Muito legal o texto! Resumo de quanto é maravilhoso poder ter nascido como ser humano,ter conhecido esse Budismo e orar o Nam-Myoho-Rengue-Kyo.

    ResponderExcluir
  25. Parabéns. amei sua forma de explicar a fazer o Daimoku, sou budista apenas 06 meses e não sabia ao certo.Parabéns e façamos nossa revolução Humana.
    Boa sorte
    Lúcia Daltro Rocha
    email:luciadaltro20@hotmail.com

    ResponderExcluir
  26. Adorei seu blog! Sou espírita e tenho um amigo budista q me falou tão bem do Budismo q me interessei e já fui em 2 reuniões. Não tenho recitado Daimoku todos os dias,mas pretendo seguir com mais seriedade, para alcançar essa felicidade que tanto preciso e espero. Parabéns pelo blog, estou procurando me informar cada vez mais, conhecer, e gostei muito do que li. Bjs Dani- Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Uma pergunta: Tenho um site e gostaria de disponibilizar esse texto lá, no entanto vejo que esse ensinamento é muito alto e que eu preciso antes cortar várias cabeças antes de dar esse ensinamento, estou certo?

    De qualquer forma disponibilizei o mantra e seus significados.

    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  29. DAIMOKUUUUUUUUU, fiz a minha primeira hj. Logo vou está me aprimorando, e pretendo fazer sempre que achar oportuno, visto que não acho agradável, iniciar e ser interrompido. Gostaria de saber a opiniao de alguns, a respeito de recitar ouvindo música, no caso, música relaxante, que me facilita a concentração da energia. Tenho muita conectividade com a musica instrumental, e me senti emocionado e bem, ouvindo e recitando.

    ResponderExcluir
  30. Lindo texto, muito incentivador para quem quer seguir o budismo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  31. Texto magnífico! Estou tendo o primeiros contatos com o budismo esta semana e este texto me deu uma orientação muito importante como ponto de partida para aprofundamento. Grata!

    ResponderExcluir
  32. Por Favor sou um garoto de 13 anos desiludido e depressivo eu era católico mas não concordo com a maioria dos ensinamentos, crenças e etc.Porem ainda sou cristão mas sou infeliz porque não acho rumo em minha vida, as orações não fazem impacto a minha mente eu não sinto mais esperança. Procuro paz espiritual através do budismo quero retirar minhas duvidas, e fazer parte dessa cultura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Arthur, vc esta bem? querido sou uma mulher de 44 anos hj e passei pelo mesmo processo que vc passa agora, vc esta de parabens por perceber o que acontece com vc, com grande maioria, pessoas passam por esta fase, fazem muitas "besteiras" com si proprios e acabam em um divã ou infelizmente em situação pior.
      bem venho aqui falar da minha historia, com a esperança que ela te sirva de luz,
      sou de familia neo catolica e neo espirita, embora nao tenha qquer tipo de rejeição com estas religioes , eu era muito jovem e nao me enxergava como cristã, e tudo começou a acontecer qdo comecei a frequentar as reuniões de crisma, eu adorava todos, amigos , dirigentes padres e assessores dos mesmos, porem nao me enxergava no cristinismo, assim em um ato de rebeldia, resolvi abandonar tudo e começar a minha busca, fui parar nas religioes mais doidas que se pode imaginar, ate tentei ser ATeu, mas nao conseguia, depois de 8 anos de busca ganhei de presente um livro budista, e de la para frente somente enrriqueci minha leitura e abandonei decididamente o budismo, minha pratica cresceu dia a dia, e para o desencanto de minha mae e familia, estava cada dia melhor e feliz,
      ate o dia que resolvi finalmente receber o meu Gohonson, fazem 15 anos. e hj sei que um budista nasce budista nao existe conversão, minha depressao desapareceu diacordo com que eu ia praticando. e aqui estou realizada.

      Excluir
  33. Finalmente me encontrei religiosamente, nunca pensei que isso aconteceria. Que felicidade!!!

    ResponderExcluir
  34. Já participei de vários tipos de culto religioso, mas faz dois anos que me converti budista, conheci uma pessoa maravilhosa que teve a paciência de me explicar como era o verdadeiro budismo,e hoje estou mais sábia graças a essa lei mistica que rege o universo.E estou todos os dias orando o NAM MYOHO RENGUE KYO QUE ME FAZ MUITO FELIZ.

    ResponderExcluir
  35. eu até hoje ateu, porem tenho um amigo budista, que me dá respostas convincentes.
    gostaria de ter experiências com o budismo.
    estou inclinado a ser budista hoje.
    já fui católico, espirita,e evangélico fervoroso por 15 anos, e me tornei ateu por ver que a bíblia não tem a menor coerência, sendo hoje ateu.
    mas esta nascendo aqui a possibilidade de ser budista.
    ao menos o budismo me parece mais cientifico e racional do que as demais.
    gostei do que venho conhecendo.
    obrigado.

    ResponderExcluir
  36. EXCELENTE SEU TEXTO COLEGA,,MUITO ESCLARECEDOR

    ResponderExcluir
  37. Muito interessante suas impressões sobre o daimoku. Parabéns pelo site

    ResponderExcluir
  38. Gostei muito do texto, mas não consegui ler aqui. Precisei copiar e colar em outro lugar, esse rosa faz meus olhos doerem... :-(

    ResponderExcluir
  39. Estou passando por uma fase delicada, mais tenho certeza que algo maravilhoso me espera. E sei que este momento é para eu aprender a ser melhor como ser humano. Hoje tenho sabedoria, agradeço todos os benefícios recebidos, inclusive essa fase pois sei que estou tendo a oportunidade para transformar em algo melhor. Orar daimoku, me fortalece, abre minha mente , meu coração, cresce a esperança. Não sei explicar é algo mágico...mais sinto no coração que tudo vai se resolver e rápido. Sinto que a certeza aumenta com a oração! Obrigada por divulgar esse Blog! Excelente! Parabéns! Abraços!

    ResponderExcluir
  40. Obrigado!

    Muito esclarecedor e animador também... \o/

    ResponderExcluir
  41. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  42. parabens pelo blog

    Eu pratico o budismo ja faz 1 mes e eu numca me sentir tao bem.
    Pf alguem poderia me dizer como eu faço para ter um gohonzon.
    obrigado

    ResponderExcluir
  43. Eu comecei a ir a reunião budista ha uns 5 meses, e estou gostando muito e achei o seu blog por acaso e achei super esclarecedor.
    Parabens!!

    ResponderExcluir
  44. Elviz por favor manda o pergaminho por e-mail
    regivalldo@gmail.com.com

    ResponderExcluir